top of page

Como a falta de inovações tecnológicas pode ser prejudicial para sua empresa



A nova economia está acontecendo e com ela outros modos de se fazer negócio estão surgindo. O movimento de introdução de inovação e tecnologias em empresas tradicionais está acelerado e quem acompanha essa transformação digital, tende a alcançar resultados muito positivos.


Com a digitalização de informações, alguns processos mais tradicionais já não fazem sentido (ou não deveriam fazer), e para que a sua empresa não fique para trás é importante estar atento em como solucionar problemas relacionados ao uso de novas tecnologias e de inovações de processos.


Então fique atento a alguns pontos e evite a falta de inovações tecnológicas no seu negócio.


Falta de inovação torna seu produto obsoleto

A obsolescência de produtos é um assunto recorrente quando se fala em inovação.

Inovar nem sempre é sinônimo de novas tecnologias, e para saber se o seu produto precisa de inovações tecnológicas é necessário fazer uma reavaliação de tudo. Se você possui um sistema, por exemplo, talvez seja mais provável a necessidade de uma atualização com novas tecnologias. Caso contrário, certifique-se se que o seu produto está solucionando genuinamente as dores do usuário.


A inserção de atualizações, novas ferramentas e novas tecnologias é necessária para que o seu produto atenda as demandas do mercado e dos usuários. Um software obsoleto pode gerar diversas falhas e dificuldades para a empresa.





Sistemas legados engessados

Toda empresa carrega o seu legado e preza pela segurança das informações contidas nele. Porém, muitas empresas acabam limitando seu potencial crescimento empresarial por não ter tecnologias que agreguem novas possibilidades aos sistemas legados.


É interessante que, se sua empresa possui sistemas legados, haja um processo de construção de novas camadas tecnológicas que permitam associar esse software a plataformas e sites que estão acompanhando o momento da nova economia.


Distanciamento da Nova Economia

A Nova Economia não é uma novidade. Esse conceito existe desde a década de 80 e surgiu com as mudanças do comportamento de compra e no perfil dos consumidores. Desde então as indústrias e empresas precisam se reinventar para atender um público mais conectado e exigente.


Quando uma empresa deixa de inserir novos processos, inovações, novas tecnologias, automaticamente cria-se um distanciamento do atual mercado e principalmente, dos clientes. Esse é outro ponto forte da Nova Economia: focar na experiência do usuário. A configuração da relação consumidor/empresa mudou e agora tudo requer mais humanização.


Entenda que as empresas mais tradicionais precisam de um processo de transformação digital para continuar a construção de seus legados e garantir o crescimento e manutenção do negócio no mercado.


Não acompanhar os consumidores

A cultura de produto tem se destacado por atingir grandes resultados. Isso acontece porque, nesse formato de construção de solução, todas as ferramentas e produtos desenvolvidos, partem do princípio de atender uma dor específica e real do usuário. Quanto mais você conhece as dificuldades do público usuário, mais assertivo será o seu produto no lançamento.


Ouvir o seu cliente e questionar suas dificuldades e necessidades é essencial para que o seu negócio seja a melhor opção do mercado ao solucionar determinado problema.


Assista o quarto episódio do Evoluumcast em que falamos sobre Cultura de Produto para Nova Economia!


Conclusão

Tudo é possível a partir de um diagnóstico de quais dimensões sua empresa precisa desenvolver mais.


Inovações tecnológicas são essenciais para o sucesso futuro do seu negócio e o processo de transformação digital pode ser algo decisivo para isso. Esteja atualizado sobre as inovações, mantenha-se próximo do seu cliente para entender as necessidades reais e entregue produtos de valor ao mercado. Isso com certeza, trará ainda mais destaque para sua empresa.



199 visualizações0 comentário

Commentaires


bottom of page